• Linum & Co.

Sobre a Linum e como surgiu

Atualizado: 13 de Mai de 2019

Desde 2001 descobrindo ...



A Linum é o resultado de uma amizade muito grande entre duas pessoas que não podiam ser mais diferentes, Nelma e Isabel. A Nelma é tudo de delicado, caprichoso e reservado, com uma paixão por bordados aprendida no colégio de freiras onde andou internada por uns tempos. Além disso, D. Tita, mãe da Nelma, conta que ela sempre brincou de lojinha, e desde pequena dizia que, quando crescesse, ia ser dona de uma loja de enxovais. Já a Isabel, mais expansiva e meio dispersiva, nunca pensou muito nessas coisas de linho e bordados, mas adora desenhar, e pintar, e inventar moda. Gosta especialmente de inventar moda, e está sempre tendo idéias, para desespero da Nelma, pois em geral acaba sobrando para ela executar.

Mas o que as duas amigas tem em comum é a paixão por tudo o que é bonito, que enfeita e dá prazer no dia-a-dia.

Coisas às vezes difíceis de achar nestes tempos modernos, coisas que remetem a um tempo que não existe mais. Não chega a ser saudosismo. É mais uma vontade de trazer para os tempos atuais certos prazeres que ficaram meio perdidos no ritmo frenético que a vida nos impõe.

Então, a Linum tem de tudo um pouco: roupinhas de bebê feitas à mão, toalhas de lavabo de linho, fronhas bordadas, velas com óleos essenciais, jogos americanos, forros de mala, capas de prata para caixinhas de fósforo, enfim, qualquer coisa que um dia nos tenha inspirado e que seja possível fazer, nós temos. Falando em inspiração, não podíamos deixar de mencionar as mães, que tanto contribuem para o que é a Linum. D. Tita é uma professora de artes do interior de São Paulo, de um capricho inigualável, e que teve uma paciência infinita para treinar, e ensinar as cerca de 30 bordadeiras e costureiras que trabalham para a Linum. Toda a produção é coordenada por ela, a espinha dorsal da Linum, a quem devemos a extraordinária qualidade dos bordados e das peças de costura. D. Lucia, mãe da Isabel, era realmente uma pessoa especial com um olho treinado nas muitas viagens para tudo o que seja bonito, e de qualidade. Além disso, era uma grande dona de casa, e muitas das coisas que fazemos foram inspiradas por ela. A Nelma costuma dizer que teriamos de pagar royalties, tantas são as idéias da D. Lucia que copiamos. E, finalmente, tem a avó da Isabel, a D. Beatriz, matriarca de uma grande família mineira e exímia bordadeira, que deixou muitos riscos e idéias maravilhosas de bordados, que sempre servem de inspiração.

36 visualizações